PORT | ENG


Setembro 2013 – Reforma Política

frederico.jpg

Frederico Hilzendeger, advogado e diretor do IEE

Testemunhamos recentemente um movimento sem paralelo em nosso país. Do Oiapoque ao Chuí, a população foi às ruas, levantando bandeiras dos mais variados pleitos, quer pela diminuição do preço das passagens público…

Leia mais 

Roberto.jpg

Convidado especial

Roberto Rachewsky, empresário e conselheiro do IEE

Confira a opinião do conselheiro do IEE sobre o tema desta edição.

Leia mais


fernando.jpg

Democracia representativa – a opção pelo voto distrital

Fernando Pisa, economista e Associado do IEE

A legitimidade da democracia sempre esteve atrelada a submeter os representantes à vontade dos representados. Historicamente, o sistema direto ruiu, ainda em Atenas, no momento que se tornou inviável a votação direta de todos os assuntos da sociedade. Já a Roma Antiga, que fora o berço do sistema representativo…

Leia mais 


julio.jpg

Financiamento público exclusivo de campanha: um erro

Júlio Eggers, administrador e Associado do IEE

Hoje no Brasil, tende-se para uma reforma política, vista como necessária por grande maioria da população – 85%, segundo pesquisa do Ibope. Uma das propostas surge como grande salvação e tem enorme aprovação pelo povo: o financiamento público exclusivo de campanha política. Esse ponto da reforma tem 78% de aprovação segundo a mesma pesquisa…

Leia mais


michelle.jpg

De que tipo de reforma política o Brasil realmente precisa?

Michelle Golgo, advogada, empresária e Associada do IEE

Em junho de 2013, milhões de brasileiros de classe média protestaram por todo o país cansados da realidade de altos impostos, pouco ou nenhum serviço público de qualidade e um enorme grupo de políticos alheios ao que acontece e impunes de qualquer falcatrua que pratiquem.

Leia mais 


ricardo.jpg

Breves argumentos contra a extinção dos partidos políticos

Ricardo Heller, advogado, sócio do Stifelman Advogados e Associado do IEE

É difícil imaginar torcedores dirigindo-se ao estádio sem bandeiras. A cena é tão improvável quanto eleições sem partidos políticos. No entanto, o apartidarismo foi a causa comum que uniu grupos absolutamente heterogêneos nas manifestações populares que eclodiram…

 

Leia mais


“As opiniões publicadas nos artigos do Fórum da Liberdade Insights são de responsabilidade de cada articulista e não refletem, necessariamente, a posição do Fórum da Liberdade ou do Instituto de Estudos Empresariais”